Algumas Dicas Rápidas Para Abrir um Restaurante

Como qualquer empreendimento, abrir um restaurante pequeno exige um bom cálculo de riscos. É um investimento alto que, se houver falhas em alguma operação, pode trazer prejuízos e descontentamento.

O passo a passo de como montar um restaurante simples não tem segredo se você seguir as dicas valiosas deste texto. Além disso, lidar com alimentos traz responsabilidades extras com a atenção na qualidade do produto desde a sua compra, em seu armazenamento até o momento de servir ao cliente.

Existem regras rígidas, e fiscalizadas pela ANVISA, para o funcionamento de restaurantes, que se não seguidas podem acarretar em multas e até interdições. Mas, existe um processo não muito complexo que se seguido com atenção e cuidado leva ao sucesso e ao crescimento a longo prazo.

Aqui você vai saber o que precisa para abrir um restaurante pequeno e o caminho detalhado de como abrir um restaurante simples. São dicas valiosas que vão te nortear nessa jornada e, ao terminar o texto, você já vai poder começar seu planejamento.

Como montar um restaurante pequeno com pouco dinheiro

Quando o capital inicial é pouco para se investir em um novo empreendimento, você deve se atentar a cada passo e como eles podem ser otimizados em relação a viabilidade econômica e logística. Uma dica é diminuir os custos através de processos mais curtos, parcerias e também o chamado “faça-você-mesmo”, que te dará mais trabalho, mas trará mais economia.

As perguntas que você deve se fazer, além de quanto custa abrir um restaurante, precisam ser mais detalhadas, como:

  • Quanto custa uma franquia?
  • Qual a melhor localização com menores valores de aluguel e que tenham um bom retorno?
  • Como conseguir bons equipamentos pelo menor custo benefício? Pensar em bons equipamentos de cozinha é importante, pois muitas vezes o barato pode sair caro com altos valores de manutenção no futuro
  • Como reduzir os valores de mobília? Visitar locais de antiguidades e reformar suas próprias mesas e cadeiras, por exemplo
  • Como meu restaurante pode trazer uma proposta diferente e de menor custo tanto para mim quanto para o cliente?

Pensando em pontos como esses é que você vai encontrar o caminho de como abrir um restaurante com pouco dinheiro. Cogitar as possibilidades de franquias, pesquisar quais possuem um menor investimento com um bom retorno e em pouco tempo. A pesquisa te traz conhecimento para que sua decisão seja a mais razoável possível.

Dessa forma as possibilidades de erro ao montar seu restaurante pequeno com pouco dinheiro são reduzidas ao mínimo.

Como organizar um restaurante pequeno

Na parte da organização, você deve fazer um checklist com suas prioridades. Somente dessa forma seu restaurante pequeno vai se construir com um passo a passo que faça sentido, sem pressas ou atropelos de etapas, o que deixa o processo confuso e lento. O segredo de como montar um restaurante está nas pequenas coisas que não podem ser esquecidas.

Por exemplo, fazer um plano de trabalho colocando:

  • Finanças;
  • Aquisição de equipamentos;
  • Planejamento de identidade;
  • Organização de objetivos com o seu novo empreendimento.

Dessa forma tudo irá ocorrer do melhor jeito possível e diminui o risco de imprevistos. Você não pode se esquecer de seguir uma linha e ser fiel a ela. Transmitir da melhor forma a identidade do seu restaurante é essencial para torná-lo organizado.

Dicas práticas de como abrir seu restaurante pequeno

Para facilitar ainda mais a sua missão de como abrir um restaurante pequeno sem gastar fortunas, seguem algumas dicas valiosas de como você pode alcançar esse sonho tão esperado e não só pagar seu investimento, mas lucrar bastante com ele. Confira!

1. Faça um planejamento detalhado

Bom planejamento

O planejamento é a parte inicial para abrir o seu restaurante. Ele é a base de tudo, por isso deve ser muito bem feito em todos os seus âmbitos. Para isto já temos um post excelente e bem detalhado para você saber por onde começar.

Os pontos imprescindíveis a serem pensados ao abrir um restaurante pequeno são os seguintes:

Escolher bem o local, sabendo que:

Todas as cidades são divididas entre regiões e bairros que se caracterizam por sua classe social e influências de sua formação. Em uma cidade grande como São Paulo, por exemplo, cada bairro e região tem sua identidade e sãos conhecidos por isso.

Mesmo com o conhecimento popular, é essencial fazer uma boa pesquisa dos hábitos de cada região para entender se seu restaurante se encaixa ali e se terá um bom público naquele local. Pontos como outros empreendimentos próximos, presença de escolas e universidades, padrões de estabelecimento de cada região, devem ser levados em conta.

Você pode considerar também outras cidades para investir em gastronomia e abrir o restaurante dos seus sonhos em localizações super amigáveis a novos empreendimentos. Dessa forma, quando o local for definido, já se define também o público-alvo e vice e versa. Isso porque a identidade do restaurante depende, uma boa parte, da sua localização, onde se encontra o público-alvo.

Assim como, quando planejar e definir sua localização, você precisa estudar os gostos e estilos de quem frequenta aquela região.

Ao decidir o tipo do restaurante

Fica a seu critério, diante de seus objetivos escolher primeiro o local ou primeiro o tipo de restaurante que você deseja abrir. Por exemplo, se sua prioridade é abrir um restaurante pequeno próximo à sua casa e você mora no centro da cidade, você deve estudar e analisar o que é melhor para o seu bairro e então decidir em qual tipo de restaurante investir.

Por outro lado, se você já tem certeza de que quer abrir um restaurante pequeno étnico, por exemplo, estude qual região da cidade aceitaria melhor este tipo de alimentação e encontre o local perfeito.

Os tipos de restaurantes pequenos podem variar entre self-service, com foco em executivos que têm pouco tempo para almoçar, ou nos pratos mais baratos com grande diversidade de cardápios. Pode investir em temas regionais como comida mexicana, por exemplo.

Ou pode também abraçar os mais tradicionais à la carte para quem tem tempo e dinheiro para investir em uma alimentação mais requintada. As franquias também são uma boa pedida, pois já tem todo o seu planejamento, nome e muitas vezes padrões em sua arquitetura.

Então, defina o público-alvo

Esses três pontos estão muito interligados, um dependendo do outro para que saia tudo da melhor forma possível. Você deve estudar bem todos os aspectos de seus possíveis clientes. Faixa etária, classe social, gênero. Defina-o!

É isto que vai nortear tudo o que você vai fazer na sua estrutura, que é a próxima dica. Estude os hábitos de cada geração e foque nisso. Que tipo de cliente prefere inovações tecnológicas ou processos tradicionais, ambientes mais coloridos ou mais sérios, tudo isso é importante saber sobre seu cliente.

Planejamento financeiro

Este ponto é muito importante para que o investimento não caia por água abaixo. Pense bem na quantia que pode investir e não extrapole a sua condição. Veja qual a melhor opção para o seu bolso e invista.

Após calcular qual o montante aplicado no seu restaurante, calcule detalhadamente cada gasto e também o seu lucro e em quanto tempo você pode recuperar o valor aplicado. Aproveite nossa Planilha de Precificação de Pratos e Informações Nutricionais para te auxiliar nestes cálculos que devem ser exatos.

2. Crie sua melhor estrutura

Estrutura

A segunda dica importante para abrir um restaurante pequeno é definir toda a estrutura do seu empreendimento.

Atendimento

Tenha uma equipe bem alinhada. Todos os seus funcionários devem saber quais os seus objetivos com o restaurante. O atendimento faz toda a diferença para que um cliente retorne ao seu espaço. Se sua proposta for mais requintada, pense no estilo padrão de vestimenta dos funcionários.

Se for mais informal foque na sua equipe de recursos humanos para que ninguém saia insatisfeito.

Fornecedores

Seus fornecedores são seus maiores parceiros. Você deve conhecer exatamente de onde vem a sua fonte principal. O cuidado com alimentação deve ser ainda maior conhecendo a origem de cada produto adquirido. Aquele produto é exatamente o que você precisa? Uma boa gestão deve pensar em cada detalhe do que é servido.

A limpeza e a qualidade são sempre o foco principal neste caso. Busque por novidades, por todas as opções perto da sua região e invista na qualidade com foco nos seus objetivos.

Ambiente

Arquitetura, design, cores, decoração, espaço, número de salas. Tudo isso deve ser arquitetado de acordo com seu público-alvo, região e propósito. O clima criado faz toda a diferença de acordo com o que você deseja passar aos clientes. Se for um local de comida rápida, cores mais fortes passam essa impressão.

Um ambiente mais familiar para aproveitar o momento, cores calmantes como verde ou azul água. Pense no tamanho do local, número de ambientes e disposição das mesas para que não fiquei tumultuado.

Limpeza

Um dos pontos essenciais para evitar contratempos desagradáveis como multas e interdições pela fiscalização da ANVISA. Fique atento às obrigações do estabelecimento, como materiais a serem utilizados, locais de higiene, armazenamento de produtos e outros detalhes.

Além de que todo mundo gosta de um ambiente super limpo no local onde vai comer. Então toda a atenção é necessária neste aspecto.

Cardápio

Não se esqueça de preparar um bom cardápio que funcione para o que você deseja com o seu restaurante. Pense bem nos pratos a serem servidos, na aparência da sua carta para que seja também funcional. Detalhes como ordem e disposição dos pratos influenciam muito na escolha dos clientes.

Para que você venda mais e pratos mais caros, disponha-os de forma mais visível. Lembre-se: não perca a sua identidade.

3. Como abrir um restaurante pequeno: promova o seu restaurante

marketing

Pronto! Agora você já fez toda a base do seu restaurante, já fez um bom planejamento calculando todos os riscos e já montou sua estrutura pensando na melhor atendimento a seus clientes.

Agora é hora de promover o seu restaurante!

Use todas as ferramentas que estiverem a seu dispor. Redes sociais, produza conteúdos, faça promoções especiais, divulgue-as de todas as formas possíveis. Sempre calculando o seu investimento e o retorno.

Não se esqueça que o boca a boca é um forte aliado. Se seguir todos os passo à risca, montando um ótimo atendimento, seguindo sua proposta planejada, todos vão falar bem do seu restaurante e indicá-lo a outras pessoas.

Leave a Reply